Receber PDF via e-mail Download PDF
Enviar email

Butão

6 Dias / 5 Noites

Terrestre

Inicio: Paro

Visitando: Thimphu, Paro, Punakha

Saídas: Diárias.

"Butão é conhecido pela população local como Druk Yul (Terra do Dragão), encontra-se em pleno Himalaia, em um pequeno território espremido entre a China e a Índia. O país viveu isolado durante séculos e por ter vivido tanto tempo sem muito contato com o resto do mundo, o Reino do Dragão conseguiu preservar suas tradições e manter uma grande Harmonia entre a população. Eles são budistas; adeptos à poligamia; usam desenhos fálicos pintados nas fachadas das casas para atrair prosperidade; vivem com pouco luxo em pequenas comunidades rurais e vestem-se com lindos trajes típicos feitos em tecidos produzidos em teares manuais. A arquitetura é peculiar. As casas têm estrutura feita em madeira e Barro. As estacas geralmente são esculpidas e encaixadas umas nas outras sem pregos. Os telhados são enfeitados com pinturas lindas feitas à mão. Entre as principais atrações turísticas estão os dzongs e os chortens. Dzong é uma fortaleza que tem as funções simultâneas de centro religioso, militar, burocrático e administrativo de determinada região. Os edifícios são colossais, com gigantescas paredes exteriores que cercam um complexo de pátios, templos, escritórios e as acomodações dos monges. Os chortens - um dos maiores símbolos da cultura butanesa - são templos pequenos construídos para abrigar imagens de Buda e relíquias religiosas. Também chamados de ""stupas"", eles estão por todo o país, nas ruas, montanhas, vilarejos e centros urbanos."

1º DIA: PARO-THIMPHU

Chegada ao Aeroporto Internacional de Paro, recepção à maneira tradicional butanesa - oferecendo um khadar (lenço de boas-vindas). Traslado até a cidade de Thimphu – a capital do Butão. A urbanização começou aqui, quando Thimphu foi proclamada capital nacional (1952) e o Palácio de Dechenchoeling foi construído. No sinuoso caminho você apreciará varias aldeias e visitará o Simtokha Dzong, uma construção típica dos reinos budistas. Tarde livre. No final do dia saída para visita a Tashicho Dzong, uma impressionante construção também conhecida como a fortaleza de Dharma Raja, hoje sede do governo do Butão e dos escritórios reais.


2º DIA: THIMPHU

Após o café da manhã saída para visita aos principais pontos de interesse. Bilblioteca Nacional (fechado aos sábados, domingos e feriados) com um vasto acervo de livros budistas, cultura e religião Himalaia e manuscritos Visita a Memorial Stupa (National Memorial Chorten) consagrada em homenagem ao terceiro Rei do Butão. O Memorial Chorten é uma das estruturas religiosas mais visíveis em Thimphu, e para muitas pessoas é o foco de sua fé diária. Museu Folk Heritage que apresenta a historia e o modo de vida dos locais. National Institute of traditional medicine que foi estabelecido em 1988 e tem um impressionante laboratório e produção de remédios.

3º DIA: THIMPHU-PUNAKHA

Café da manhã no hotel. Saída para Punakha via Dochula Pass (3.150 m) onde, em um dia claro, se tem uma deslumbrante vista da parte oriental do Himalaia coberto de neve. Visita ao Druk Wangyel Chorten, construído pela rainha-mãe para a paz e a estabilidade do país. Os 108 Khangzang Namgyal Chortens são um novo marco para os viajantes que cruzam Dochula, um conjunto de 108 "chortens" construído a 3.116 metros acima do nível do mar. Parada em Chimi Lakhang e visita ao templo localizado no outeiro (caminhada de 20 minutos através da aldeia de Sopsokha). O templo foi construído por Ngawang Chogyel no século XV, após a construção de um pequeno chorten no local por Drukpa Kinley (o "homem louco divino”). Acredita-se que o templo ajude os casais que não conseguem ter filhos e muitas pessoas de todo o mundo visitam este local sagrado para buscar suas bênçãos. Prosseguimento ao imponente Punakha Dzong, o segundo maior do país. Foi construído em 1637 e durante muitos anos serviu como sede do governo. É atualmente a residência de inverno do líder da ordem monástica e sua comitiva de monges. Dentro do Dzong se encontram os 108 volumes de Kanjur, o livro sagrado da linhagem Drukpa Kagyu, escrito em ouro 108. Chegada a Punakha e acomodação no hotel. Pernoite em Punakha.

4º DIA: PUNAKHA - PARO

Após o café da manhã saida em direção a Paro,aproximadamente 4 horas de viagem. Chegada a Paro e visita ao Museu Nacional do Butão,um prédio circular também conhecido como Tadzong . Paro Dzong também conhecida como Ringpung Dzong que significa uma fortaleza de joias,um dos mais importantes na arquitetura do Butão.
Kyichu Lhakhang, importante templo budista do Himalaia e um dos mais antigos locais religiosos do Butão (século VII). O templo foi construído, entre outros, pelo imperador tibetano Songtsen Gampo para subjugar uma monstra que impedia a propagação do budismo.

5º DIA: PARO

O dia começa com um curto trajeto de carro ao ponto de início da trilha para famoso Mosteiro de Taktsang (Ninho do Tigre) que se agarra a um penhasco de 800 m acima do Vale de Paro. Taktsang é um dos locais mais sagrados do país e um dos monumentos budistas mais venerados no Himalaia, alem de ser o mais famoso símbolo não oficial do Butão. A subida até o mirante demora cerca de três horas (dependendo do preparo fisico de cada um) e está repleta de felicidade espiritual e vistas panorâmicas. A lenda diz que o Guru Rinpoche (Guru Padmasambhava) voou para este local desde Khenpajong (Tibete) nas costas de uma tigresa e subjugou um demônio. Guru Padmasambhava é conhecido por introduzir o budismo no Butão. Se houver dificuldade na caminhada ou tiver problemas com altitude um ponei pode te levar até o segundo mirante, porém o retorno deverá ser feito a pé.

6º DIA: PARO

Após o café da manhã traslado ao Aeroporto.

Inclui:

  • 2 noites de acomodação em Thimphu com café da manhã;
  • 2 noites de acomodação em Paro com café da manhã
  • 1 noite de acomodação em Punakha com café da manhã e jantar;
  • Tour privado com guia acompanhante em inglês durante todo o percurso;
  • Entradas às atrações visitadas;
  • Taxa de visto;
  • Taxa de turismo e de entrada no Butão.

Não inclui:

  • Parte aérea para Paro
  • Nos consulte as tarifas saindo de Bangkom, Delhi e Kathmandu;
  • Taxas de Aeroporto;
  • Gorjetas;
  • Despesas de caráter pessoal;
  • Extras nos hotéis (lavanderia, telefonemas, bebidas, etc...).


CategoriaHotéis Previstos


Primeira

Thimpu: Druk (Deluxe Room)

Paro: Zhiwaling Resort (Junior Suite)

Punakha: Dhensa Boutique


Luxo

Thimpu: Taj Tashi Hotel (Deluxe Room)

Paro: Como Uma Paro (Valley View)

Punakha: Como uma Punakha (Valley View) 

A lista de hotéis é apenas uma referência. A Operadora poderá alterar os hotéis, sempre levando em conta o conforto dos passageiros, o padrão de qualidade e questões operacionais relevantes! 

Preços por pessoa em dólares americanos:

Hotéis - CategoriaValidade 2018DuploSingle
Categoria Primeira1 de Maio - 15 de Dezembro37104793
Categoria Deluxe1 de Maio - 15 Dezembro57488278


Observações:

  • Preços por pessoa em Dólares Americanos, a serem convertidos para reais no dia do pagamento.
  • Reservas sujeitas à disponibilidade e preços sujeitos a alteração sem aviso prévio.
  • Em todos os traslados a se realizarem nos distintos pontos Butão, se contempla uma mala por passageiro (20 kg) + a bagagem de mão.

Documentação:

  • É necessário visto para o Butão que deverá ser providenciado com antecedência no Brasil junto a Operadora. Antecedência mínima de 30 dias antes do embarque.
  • Passaporte com validade mínima de 6 meses e uma página de visto em branco;
  • Copia digital, escaneada do passaporte que deverá ser 100% nítida, constando as seguintes informações: nome completo, nacionalidade, número do documento, data de nascimento, data de expedição e data de expiração.
  • Copia digital escaneada da foto colorida do passaporte, que deverá ser 100% nítida.
  • Cada turista deve levar três fotografias tipo passaporte e entregar para os oficiais da imigração à chegada ao aeroporto de Paro (anexados a uma cópia do formulário de pedido de visto).
  • Em caso de dúvidas, favor acessar o Menu Serviços Úteis.
  • É necessário viajar com passaporte com prazo de validade superior a seis meses.
  • É necessário viajar com Certificado Internacional de Saúde constando a vacina contra a febre amarela - antecedência mínima de 11 dias do embarque.